Como fazer uma Leitura de Tarot – Lição 8

0
1904
como fazer uma leitura de tarot
como fazer uma leitura de tarot

Nesta lição você vai finalmente aprender como fazer uma leitura de tarot completa para você. Eu descrevo um procedimento simples que você pode usar para explorar uma situação pessoal. Seguindo o procedimento abaixo é importante para a leitura de tarô. Você pode alterar qualquer parte do procedimento, se desejar, fique a vontade para descobrir qual a melhor forma de se ler o tarot, mas comece fazendo isso atraves do meu procedimento.

Procedimento para uma leitura de tarô:

Defina o seu Humor no Momento

Seu primeiro passo é criar um clima propício. Na Lição 6 eu falo sobre algumas sugestões de como configurar um ambiente agradável. Você pode tentar estas idéias, se você quiser. Concentre-se sobre o que faz você se sentir confortável e seguro(a).
Quando estiver tudo ok, comece a se conectar com as cartas do Tarot. Formule a pergunta mentalmente ou se preferir escreva numa folha de papel e deixe ao seu lado. Veja a Lição 7 para saber como formular uma pergunta ao Tarot.

Em primeiro lugar, uma leitura completa provavelmente levará pelo menos de trinta a quarenta minutos. Tente organizar os seus assuntos de modo que você não seja interrompido(a) durante a leitura. Com o tempo e prática, você vai encurtar este tempo, se desejar, mas é sempre melhor fazer a leitura sem pressa.

Comece a relaxar a sua mente. Ponha de lado seus problemas e preocupações, por enquanto. Concentre-se no momento presente. Relaxe o pensamento e respire fundo umas 3 vezes, relaxe todos os seus músculos e sinta o silêncio te desconectar do mundo exterior. Faça isso com calma.

Como fazer a Pergunta ao Tarot

Agora você ja começa a pensar na pergunta e tira suas cartas de tarot para fora do pano ou da embalagem que você utiliza para guardá-las. Feche os olhos e coloque as cartas em cima da mesa.
Agora, antes de embaralhar as cartas faça uma declaração de abertura, se desejar.
Algumas que utilizo são:

uma oração a Deus
um pedido ao anjo guardião
um pedido ao plano espiritual

É muito importante que você fale de dentro do seu coração do que apenas uma repetição de um frase sem valor emocional. Faça a sua declaração em voz alta, pois o som adiciona energia e convicção.
Em seguida, faça sua pergunta. Certifique-se de fazer a sua pergunta exatamente como você o escreveu ou mentalizou. Um dos mistérios do inconsciente é que ele é muito preciso; as cartas que você escolher aleatoriamente, muitas vezes, refletem a formulação exata da sua pergunta.

Embaralhando as cartas de Tarot

Abra os olhos e comece a baralhar as cartas. É importante que você embaralhe as cartas sentindo as energias que começam a fluir, porque é assim que você se conecta e consegue preparar a leitura.
Existem varias maneiras de se embaralhar as cartas. Cada método tem seus prós e contras. Escolha um que é mais confortável para você.

Não se preocupe com as cartas invertidas. Vou explicar isso na Lição 16.

Concentre-se na sua pergunta enquanto você embaralha as cartas. Concentre-se na situação. Mantenha a pergunta na sua mente o máximo que você puder e pare de embaralhar assim que você se sentir pronto(a).

Cortar o Baralho

Corte o baralho com a mão esquerda que tradicionalmente é a mão do lado do coração.
Pegue um punhado de cartas do monte.
Coloque este punhado do lado esquerdo do monte.
Pegue mais um punhado deste segundo monte e coloque tambem ao lado esquerdo formando assim 3 montes.
Recoloque os montes da direita para a esquerda um acima do outro formando agora apenas um monte.
Agora que o corte foi feito e o monte reorganizado você já pode começar a abrir as cartas para a leitura.

Abrir as Cartas de Tarot para leitura

Siga a Cruz Céltica Inicialmente para fazer a sua primeira leitura.

Mantenha o baralho em uma de suas mãos e com a outra mão comce a descer as cartas para a mesa seguindo as posições da Cruz Céltica.
Coloque este cartão na sua posição. (O número da posição corresponde à ordem de colocação de cada carta).
Desça a segunda carta, e coloque-a na posição 2.
Continue desta maneira até que você coloque todas as cartas nos seus respectivos lugares.

Interpretando as Cartas de Tarot

Atenção quanto as suas sensações quando você começar a virar as cartas do Tarot para iniciar a leitura. Seus pensamentos e sentimentos estão baseados principalmente nas imagens. Conforme você praticar as leituras vai perceber que as sensações aumentam e também mais previsível.

Quando você terminar de virar todas as cartas pare por um momento para olhar todas as cartas como um todo. Você obterá uma impressão geral e poderá ter uma idéia do que está acontecendo. Preste atenção nos seus pensamentos, se desejar. Não se preocupe se você não consegue se lembrar o significado de todas as cartas. Assim como nos sonhos, você vai lembrar o mais importante. No começo você vai simplesmente capturar algumas idéias rapidamente sobre o cenário atual.

Analisando as Cartas de Tarot

Comece a sua leitura pela Posição 1 e prossiga até a última posição. Aqui estão os passos sugeridos:

Identifique as expressões e ações da carta 1.
Veja qual das ações que fazem você dizer “Sim, isso realmente se encaixa!”
Não fuja das ações que parecem menos agradáveis.
Confie em suas reações e no seu julgamento pois o Tarot está querendo te ajudar.
Observe quaisquer pensamentos ou sentimentos “irrelevantes” que vêm à sua mente.
Quando você tentar entender cada carta, procure as relações entre elas.
Aplique os princípios de interpretação. (Estes são abordados em Lição 11, Lição 12, Lição 13Lição 14).

Criando a história para a leitura

Em algum momento, você precisa juntar todas as cartas para entender o que está acontecendo. Eu chamo isso de criação da história. (Ver Lição 7.) Esta história vai ajudar você a entender sua situação e dará orientação para o futuro.
Eu recomendo que você crie sua história de forma espontânea. Depois de ter terminado a sua avaliação das cartas, comece a criação da história. Sua história será mais autêntica, se você criar de dentro de você olhando para as cartas. Comece a pensar na história, olhando as cartas e prestando atenção no que vem a vem à sua mente.

É simples, não precisa entrar em muitos detalhes e nem ficar muito tempo para desenvolver a história.

Siga as cartas e tente visualizar os sentidos positivos e negativos que possam estar na mesa. Com certeza alguma conexão vai surgir e você vai começar a perceber que a sua história está sendo formada.

Sua história é feita quando suas palavras surgirem naturalmente.
Pergunte a si mesmo as perguntas abaixo:

Onde eu vejo o problema ou algum conflito?
Qual é o meu papel nessa história?
O que o meu guia interior está querendo me dizer e me fazer entender?
Qual é o resultado final projetado desta história?
Como estou me sentindo sobre isso?
Qual a recomendação para a ação?

Antes da leitura, você fez uma pergunta que tinha significado para você. Agora você tem que analisar coma sabedoria de uma forma que você possa lembrar. Tente resumir a sua história em uma ou duas frases. Concentre-se na mensagem nos cartões e não a mecânica da sua interpretação.

Terminando a Leitura

Existem algumas etapas finais a seguir para terminar com a sua leitura e deixar suas cartas prontas para a próxima.
Eu sugiro que você tire uma foto com o seu celular ou câmera para registrar suas leituras. É fácil de esquecer as leituras e suas posições. Assim você consegue acompanhar a evolução das suas escolhas durante todo o aprendizado e vai poder rever as leituras para se lembrar de alguma sensação.
Certifique-se as cartas estão viradas para baixo antes de guarda-las novamente.
Misture as cartas umas às outras em cima da mesa unido-as de volta ao monte sem se preocupar com a ordem. Não se preocupe com as cartas que vao virar e ficar invertidas. O que nao é legal é voce deixar alguma carta virada com a imagem para a luz. Feito isso voce pode agora guardar seu baralho.

Coloque seu baralho nas suas mãos, e feche os olhos. Diga o que você sente que você aprendeu com esta leitura. Expresse sua gratidão ao seu guia interior que te ajudou através das cartas de tarô. A gratidão é um sentimento maravilhoso. Ela fornece a estrutura ideal espiritual para terminar a sua leitura.

Quando você começou, você iniciou um ciclo. Você criou uma corrente de conexão, na forma de uma leitura, e agora você concluiu esse ciclo retornando as cartas ao seu estado de repouso.

Usando o que você aprendeu

A leitura correta demora um pouco para se aprender, mas o trabalho interno está apenas começando. Seu objetivo é integrar o que você aprendeu na sua vida de alguma forma. Se você não fizer isso, sua prática d eleitura de tarot continuará a ser um belo passatempo com nenhum poder para lhe ajudar.
Você pode reforçar o que você está fazendo agora, ou fazer algumas mudanças, seja radical ou não. As ações específicas são geralmente mais úteis do que os planos sem ações.

Comprometa-se apenas com aquilo que você sabe que vai realmente realizar. Eu sei como é fácil abrir algumas cartas de tarot ao acaso, olhar para elas brevemente e, em seguida, nunca mais pensar sobre elas lendo novamente, especialmente quando a minha reação é bem pouco positiva!

À medida que os dias passam, pense sobre sua leitura e como ela se encaixa em sua vida. Pergunte a si mesmo estas perguntas:

Qual o significado da minha história?
Quão bem a orientação se encaixa no atual momento?
Eu perdi alguma pista?
Eu realizei alguma ação, e, em caso afirmativo, o que aconteceu?
Será que algo inesperado ocorreu nesta semana?
As minhas leituras diárias acrescentam alguma coisa em minha vida?

Você pode ter vontade de fazer uma outra leitura, mas provavelmente é melhor esperar até que haja mudanças importantes na sua situação. O tempo ideal para novas leituras é de 5 semanas. Preste atenção nos acontecimentos da posição numero 6 que é o futuro próximo e após isso refaça uma nova leitura.
Usando o que você aprendeu em uma leitura é provavelmente o passo mais importante – e o mais difícil. Quando você realmente perceber a integração de suas leituras de tarô em sua vida, você verá que conseguiu um verdadeiro benefício com as cartas de tarot.

Esta é a minha visão de tarot ideal, mas, para ser sincero, cada um vai conquistar a sua forma de ler as cartas. Encorajo a todos a adotarem qualquer procedimento que se adapte às suas necessidades e interesses. Os detalhes não são tão importantes, mas é a intenção que conta!